Landing Pages de alta conversão para dobrar suas vendas

por | Última atualização em 01/05/2020 | landing pages

Pronto para aprender tudo que há para saber sobre Landing Pages? Nesse artigo vamos abordar os segredos para dobrar as vendas que qualquer empreendedor deveria saber:

O que exatamente é uma Landing page?

Se você traduziu o termo em inglês, pode pensar que é uma landing page, ou seja, uma página do seu site por onde chega seu cliente em potencial. Infelizmente você está enganado.

O fato de alguém visitar seu site e acessar sua página inicial — também conhecida como homepage — não a transforma em uma landing page.

De fato, o pior erro que alguém pode cometer é enviar tráfego diretamente para a homepage de um site.

Uma landing page não é onde seus clientes em potencial chegam. Ela é construída com um objetivo muito específico em mente. Converter visitantes em clientes.

Em outras palavras, uma landing page é uma página que possui todos os elementos voltados a um único objetivo. Seja vender um produto, fazer o visitante se cadastrar em sua lista ou agendar um webinário.

Pode servir, por exemplo, para coletar e-mails de clientes em potenciais, vender um produto ou serviço, inscrever interessados em participar de um webinário ou até mesmo um próximo evento presencial.

Não importa qual seja o seu objetivo final, a característica mais importante de uma landing page é que ela é projetada especificamente para levar seu tráfego da Web e convertê-lo para atingir essa meta.

Tipos de landing pages

Assim como você não usaria uma única roupa para diferentes ocasiões, você não deve usar a mesma landing page para todos os tráfegos que acessam seu site.

Como mencionado, nem todas as landing pages têm o mesmo propósito. Cada modalidade vai se adaptar melhor a um objetivo.

São elas:

Landing page de abertura (Splash page)

Uma página inicial, também conhecida como landing page de boas-vindas, é uma página introdutória que atua como intermediário entre as pessoas que visitam seu website.

É normalmente usada para coletar de e-mails do tráfego do seu site.

Sendo Honesto com você… Esse modelo landing page é inútil, na verdade, é provável que elas diminuam suas conversões.

Por não fornecem muita informação, criam mais um obstáculo que o visitante precisa percorrer antes de encontrar o que está procurando.

Faça um favor a si mesmo e elimine de uma vez por todas essa landing page do seu site. Se você quiser algum destaque ou tela de boas-vindas, use um pop-up modal.

Squeeze Page

É o tipo mais comum de landing page.

Ela recebe o nome do objetivo principal, “espremer” informações do seu cliente em potencial! Normalmente o nome e endereço de e-mail dos visitantes.

É a landing page mais poderosa no marketing digital.

São especificamente projetadas para convencer seus visitantes a registrar seus nomes e e-mails em troca de algo que eles queiram. Pode ser um e-book, vídeo, tabela ou alguma outra isca.

Landing page de vendas

Uma página de vendas é — você adivinhou — projetada para levar o cliente diretamente para a venda de um produto ou serviço.

As páginas de vendas funcionam melhor para tráfego quente que já está familiarizado com sua marca (mas dependendo da qualidade da sua oferta e do quão irresistível ela seja, também pode funcionar para o público frio).

Agora que você sabe o que é uma landing page, vamos dar uma olhada na logística de construção delas.

Quais opções você tem para construir sua landing page?

Você tem basicamente duas opções:

Landing page personalizada

Se você deseja criar uma landing page exclusiva, você pode contratar um web designer ou agência para programar uma página personalizada do zero usando linguagens como HTML e CSS.

São páginas relativamente simples de desenvolver, porque não exigem muito trabalho no back-end.

Isso quer dizer que qualquer desenvolvedor ou webdesigner que conheça sua profissão será capaz de entregar o que você está procurando.

A grande vantagem de ter uma página personalizada é que você tem controle total sobre o design e funcionalidades.

Além disso, uma vez projetada, você não tem que se preocupar em pagar mensalidade como teria que fazer ao utilizar um construtor de landing pages.

Construtores de landing pages

Se você não tiver ninguém disponível para criar uma página do zero, poderá fazer você mesmo. Basta usar um dos diversos sites especializados no assunto.

Neles você vai encontrar até templates pré-projetados para diversas necessidades.

Se você estiver com pressa ou tiver que produzir uma grande quantidade de Landing pages, os construtores são uma ótima opção.

Existem muitos construtores de landing pages no mercado (e novos surgindo todos os dias), mas alguns dos mais populares incluem:

Os construtores de páginas de destino são convenientes e fáceis de usar. Infelizmente, nada na vida é de graça!

Você com certeza vai ter que pagar por essa conveniência: geralmente os preços começam em US$ 25 por mês para um plano básico até centenas de dólares por mês para planos mais avançados ou empresariais.

Esse custo mensal pode prejudicar seu ROI, portanto, antes de seguir esse caminho, verifique se está dentro do seu orçamento.

Quando você precisa de uma landing page?

Você precisa de uma landing page quando quiser converter tráfego e levar seus visitantes a executar ações específicas. Nove vezes em dez, essa ação se enquadra em uma das três categorias:

  • Captura de nome e e-mail
  • Comprar seu serviço
  • Se registrar para um evento

Sempre que você quiser executar uma dessas ações, uma landing page deve ser a sua solução preferida.

Na próxima parte, abordaremos estratégias para criar landing pages de alta conversão.

Como construir um landing page de alta conversão

Não importa qual seja seu objetivo final, a característica mais importante de uma landing page é que ela tem que ser projetada especificamente para receber tráfego e fazer o visitante realizar uma ação específica.

O passo mais importante que você precisa dar antes de construir landing pages

Antes de começar a pensar em projetar sua página é importantíssimo conhecer o seu público a fundo.

Algumas empresas têm tanta pressa de divulgar suas promoções que não reservam um tempo para conhecer as pessoas para as quais eles estão fazendo uma oferta.

Esse é o maior erro que você pode cometer.

Antes mesmo de pensar em criar uma landing page, é crucial que você saiba quem será o público que vai acessá-la.

Se você não conhece a sua audiência, não pode criar uma página que fale com eles.

Seus clientes são procurando uma experiência pessoal e, se você não tem ideia de quem eles são, não pode proporcionar isso.

AVISO: se você pular esta etapa, esteja pronto para perder seu tempo e seu dinheiro.

Antes de criar sua landing page, existem três perguntas básicas que você precisa responder sobre seu público:

  • Quem é ele?
  • Qual o problema que eles esta enfrentando?
  • Como sua oferta resolve esse problema?

Sem as respostas para essas três perguntas, você está atirando no escuro.

Com essas respostas? Você tem um roteiro para criar uma estratégia personalizada para sua landing page que vai se conectar profundamente com seu público.

Também recomendamos ir além e usar essas respostas para criar um avatar do seu cliente.

Um avatar é um personagem que funciona como uma representação do seu cliente dos sonhos. É a materialização do seu nicho de mercado.

Dá a você uma pessoa “real” para segmentar todo o seu conteúdo e comunicação.

O uso do avatar é um exercício que fará sua landing page entregue uma experiência personalizada e única para os clientes.

Seja detalhista na criação do seu avatar: dê um nome, uma idade, um local e uma biografia.

Quanto mais específico você for, mais fácil será criar uma landing page e personalizar sua oferta de maneira a falar intimamente com ele.

Seu objetivo é sempre fazer com que seus visitantes pensem: “Uau! É como se ele estivesse conversando diretamente comigo!”.

Quanto mais o seu público sentir que você os entende, maiores serão suas chances de conversão.

Moral da história: antes de criar sua landing page, faça sua pesquisa, conheça seu público e crie o seu avatar de cliente dos sonhos.

Dessa forma, você sabe para quem está criando sua landing page e suas chances de sucesso serão multiplicadas.

Elementos de uma landing page de alta conversão

Agora, é hora de falar sobre como criar sua landing page.

Existem certos elementos que toda grande landing page — não importa qual nicho, setor ou empresa em que você está — precisa ter para converter visitantes em clientes:

Copy

Você não pode ter um site (landing page ou não) sem uma copy de qualidade.

Copy é o termo utilizado no mercado para descrever um texto em que são utilizadas técnicas de escrita persuasiva para compor textos que convencem.

Na landing page, uma boa copy tem um único objetivo: fazer o visitante realizar uma ação específica. Seja realizar um cadastro, agendar um horário ou comprar um produto.

Na landing page, a copy é soberana! É o ingrediente secreto para converter seus visitantes em clientes.

O título certo

Seu um ótimo título você não vai chegar a lugar algum. Seu título é parte da copy mais importante da sua landing page.

Assim como as pessoas fazem ao olhar para a manchete do jornal antes de comprar um exemplar, seu público-alvo usa o título da sua landing page para decidir se vale a pena o tempo e energia necessários para continuar lendo.

Se você tem um título fraco, nada que você fizer vai importar — sua audiência não vai passar da primeira linha.

Você precisa de um título que se conecte com as pessoas. Ele precisa saltar da página e imediatamente chamar a atenção das pessoas.

Seu título deve ser:

Informativo: permite que seu público saiba onde eles estão e, porque eles estão lá.

Envolvente: chama a atenção e os faz querer continuar lendo.

Relevante: é uma representação precisa do que está por vir no resto da sua landing page (as pessoas não gostam de ser enganadas e se seu título não corresponder ao restante do conteúdo, não importa o quão informativo ou envolvente seja, seu público não será convertido).

Práticas recomendadas de copy

Aqui estão algumas práticas recomendadas de copy para melhorar o desempenho das suas landing pages:

  • Não use linguagem culta ou muito técnica. Mantenha sua copy clara e fácil de compreender.
  • Mesmo que seu público trabalhe com uma linguagem técnica ou culta, não esqueça que existe uma boa chance de pegarmos ele em algum momento de descontração.
  • Seus textos devem ser uma conversa amigável.
  • Seja o mais conciso possível. Mantenha suas frases com parágrafos curtos. Se você não precisa de uma palavra ou sentença, livre-se dela.
  • As pessoas geralmente passam os olhos no texto de uma forma rápida. Torne seu texto mais fácil de compreender usando marcadores, subtítulos e pontos-chave em negrito.
  • Evite grandes blocos de texto. Use fontes e tamanhos fáceis de ler.

Se o seu cliente em potencial precisar pegar os óculos para enxergar seu texto, você vai perder audiência.

Uma oferta que eles não podem recusar

Pare um momento para pensar no objetivo de uma landing page…

Você está oferecendo aos visitantes alguma coisa que eles querem (como um conteúdo ou um serviço) em troca de algo que você quer deles (como o endereço de e-mail ou uma compra).

Então, se você quiser fazer com que eles sigam adiante, precisa aumentar o valor percebido da sua oferta.

Quando maior ela for, mais irresistível será e melhor será sua taxa de conversão.

Lembrando que:
Valor = Benefícios – Custo

Então, quanto mais benefícios sua audiência receber em relação ao custo, mais valor sua oferta terá para ela.

Para converter, sua oferta precisa ser:

Clara e fácil de entender: não deve haver dúvida sobre o que o seu público está recebendo em troca de seu e-mail / compra / cadastro.

Baseada em valor: a copy da sua oferta deve se concentrar ela pode preencher uma necessidade ou resolver um problema.

Concisa: quanto mais curta e direta ao ponto, mais conversões você vai ter.

Persuasiva: tem que convencer seu público a realizar a ação desejada.

Um grande diferencial

Se você não sabe porque seus clientes devem trabalhar com você, eles também não saberão. Você precisa mostrar a eles o quão diferente dos seus concorrentes você é.

Seu diferencial é o “molho especial” que te torna único e prova para seus clientes que você é a empresa com quem eles devem trabalhar.

Seu grande diferencial deve estar em TODA PARTE na sua landing page: ele cria credibilidade com seu público e pode ajudar a converter até aquelas pessoas que estão em cima do muro em relação a sua oferta.

Visual

Sua copy é importante, mas ninguém vai ficar muito tempo em uma landing page parecida com uma página de um livro. O visual certo dará um ar profissional a sua landing page.

Alguns elementos de design que vão fazer sua landing page saltar aos olhos do seu público incluem:

Fotos

As fotos são um elemento importante, mas devem ser utilizadas com cautela. Se você tem uma foto que se ancora perfeitamente em sua oferta, então você deve incluí-la.

O problema é que as pessoas tendem a exagerar e pensam que quanto mais elementos gráficos melhor.

Sobrecarregar sua landing page com fotos que não cumprem um propósito específico, não adiciona nada positivo a experiência da sua audiência e vai tirar a atenção do objetivo principal da sua landing page.

Gráficos

Se você tem muitos números, dados ou estatísticas no texto da sua landing page, pode acabar assustando seus visitantes (especialmente as pessoas mais visuais).

Converta essa informação em gráficos. Você vai dar vida aos seus dados de uma maneira muito mais envolvente (e, vamos ser honestos, muito menos chata).

Cores

As cores que você escolhe para sua landing page tem um papel importante em como sua mensagem é percebida pelo seu público.

Ao utilizar os princípios da psicologia das cores, você pode usá-las como um elemento a mais para tocar no inconsciente do seu público, criando associações e inspirando emoções e influenciando suas ações.

Por exemplo, digamos que você queira enquadrar sua empresa como confiável (quem não quer?). Então você pode incorporar o azul à sua paleta de cores, uma cor que inspira confiança.

Se você deseja criar uma sensação de excitação para impulsionar as compras, o vermelho é a cor para isso.

Você definitivamente deve incluir a psicologia das cores no seu arsenal de estratégias e utilizar em sua landing page sempre que possível, mas lembre-se: nada em excesso é bom!

O ideal é se limitar a até três cores na sua paleta; mais que isso e você corre o risco de parecer amador.

Setas

Uma landing page não é o lugar para sutilezas.

Se você quer chamar atenção para algo, seja óbvio quanto a isso!

Setas grandes e em negrito ajudam a direcionar os olhos do seu leitor para onde você quer.

Espaço em branco

O espaço em branco separa visualmente os elementos da sua landing page e facilita o entendimento — o uso espaços aumenta a permanência na página em quase 20%.

Práticas recomendadas para recursos visuais

Aqui estão algumas recomendações de uso para esses elementos em sua landing page:

Use apenas recursos visuais quando precisar deles: todo visual na sua landing page deve ter um objetivo definido, seja para enfatizar um de seus pontos ou chamar atenção para a sua chamada a ação.

Mantenha seu design limpo e simples: uma landing page carregada de elementos vai confundir seus visitantes e prejudicar conversões.

Lembre-se: você só tem a oportunidade de causar uma primeira impressão uma vez.

Seus visitantes avaliarão sua landing page nos primeiros 5 segundos de visita e, se o seu design não tiver um “UAU!” imediato, eles não vão continuar na sua landing page.

Olhe sua landing page objetivamente e pergunte a si mesmo “eu compraria de mim?” Se a resposta for não, volte ao trabalho.

Chamada à ação (Call to action – CTA)

Como mencionamos anteriormente, o propósito de uma landing page é fazer seus visitantes executarem uma ação.

Então, adivinhe qual é a parte mais importante da sua landing page? O CTA!

As pessoas são criaturas simples. Eles precisam de direção. Se você quer que seu público faça alguma coisa, você precisa dizer a eles para fazer isso.

Você precisa enfatizar os benefícios da sua oferta e aumentar tanto a percepção de valor a ponto dela ser irresistível aos seus visitantes.

Então, por exemplo, um CTA ruim seria um botão de “inscreva-se agora”. Isso diz ao nada ao seu público.

Porquê eles devem se inscrever? O que vai acontecer quando eles se inscrevem? O que apertar esse botão vai fazer por elas?

Agora, se o botão diz “Comece a direcionar tráfego para o seu site hoje!” — agora sim temos um exemplo de um bom CTA.

Mostra ao seu público exatamente o que eles podem esperar ao clicar e que benefícios valiosos estão esperando por ele do outro lado.

Algumas práticas recomendadas ao criar seu CTA:

Seu CTA deve ser claro e direto: seu público não pode ter dúvidas sobre o que você quer que eles façam.

Peça aos visitantes para fazer APENAS UMA coisa: quanto mais ações eles tiverem que realizar, maiores serão as chances da sua página ser abandonada antes de cumprir seu objetivo.

Inclua uma garantia: ofereça a devolução de dinheiro se o serviço não o agradar ou prometa que você não vai compartilhar as informações que eles te fornecerem. Você quer remover os riscos associados ao aceite da sua oferta.

Use as cores certas para os botões do seu CTA: cores fortes que contrastem com o restante da sua página, geralmente aumentam a taxa de conversão da sua landing page.

Obtendo o máximo das suas Landing Pages

Agora é hora de avançar para o próximo nível: otimizar suas landing pages.

Otimizar é um ato, processo ou metodologia de tornar algo (como projeto, sistema ou decisão) o mais perfeito, funcional ou eficaz possível.

Quando aplicado a landing pages, é o ato de melhorar continuamente sua página para agregar mais valor e aumentar sua taxa de conversão de visitantes em clientes.

Responsividade da landing page

Sua página tem que ser responsiva. Não é suficiente ter uma landing page que pareça ótima no seu computador e não funcione bem nos tablets e celulares.

Atualmente o uso da Internet móvel já superou o desktop, o que significa que mais pessoas vão acessar sua landing page pelo celular do que por qualquer outro lugar.

Verifique se sua landing page é totalmente responsivas e funciona bem em diversos tamanhos de tela de celular, tablets, notebooks e computadores em geral.

Antes de divulgar sua landing page ao público, faça testes cross-browser e cross-device para garantir que sua página tenha uma aparência perfeita na maioria dos dispositivos que sua audiência utiliza.

Sua landing page deve parecer incrível para alguém usando o Chrome no Android, como também para quem usa o FireFox num Macbook.

As landing pages não significam nada se você não souber como elas estão se desempenhando e como fazê-los funcionar melhor.

É importante configurar uma boa ferramenta de análise estatística como o Google Analytics na sua landing page.

Sem métricas, fica difícil ter algum parâmetro de comparação para otimização e aumento das taxas de conversão.

Agora que você já sabe como criar suas landing pages, abordaremos estratégias para aproveitar elas ao máximo e maximizar suas conversões.

Testes

A maneira mais eficaz de otimizar sua página é através de testes. Sabemos que parece chato, mas testar funciona.

Isso acontece pelo seguinte motivo: o que você pensa que vai funcionar e o que realmente funciona são coisas totalmente diferentes.

As landing pages não são o lugar para seguir seus instintos. Às vezes o que menos fazem sentido para você é o que mais vai converter.

A única maneira de saber se sua ideia é válida é testando-a com sua audiência.

Existem dois métodos principais de teste para otimizar suas páginas de destino:

Teste A/B

O teste A/B (também conhecido como split test ou teste dividido) é quando você cria duas versões idênticas da sua landing page exceto por um elemento — por exemplo, a cor do botão em uma delas é diferente.

Para ficar mais fácil de entender, veja como rodaríamos um teste A/B para comprovar se trocar a cor do botão de cadastro iria melhorar a taxa de conversão:

Hipótese: O botão VERDE converte melhor que o AZUL (atual)

Controle: a nossa versão atual da landing page, sem alterações.

Teste: a nova versão da página, com apenas uma alteração. A cor do botão que era azul foi substituída pelo verde.

Rodamos ele usando alguma ferramenta de teste A/B — gosto muito de usar o Google Optimize para isso, porque é gratuita e fácil de integrar com qualquer site.

Como o ideal é um mínimo de uma semana (devido a flutuações de visitas nos diferentes dias da semana), rodamos o teste por duas semanas consecutivas dividindo o tráfego por igual, 50% para cada versão.

No final desses 14 dias, o relatório do Google Optimize nos informou que realmente a conversão da versão teste foi 10% melhor que a da página controle.

Nesse caso comprovamos nossa hipótese.

Depois da comprovação basta alterarmos a cor do botão na próxima definitivamente na nossa landing page.

Testar diferentes elementos da landing page pode ajudar a aumentar muito a sua conversão.

Existem vários elementos da landing page que você pode testar, entre eles:

  • O Título
  • Texto da oferta
  • CTA
  • Paletas de cores
  • Fontes
  • Botões
  • Imagens
  • Oferta
  • Bônus

Importante: teste apenas um elemento por vez, dentro do período mínimo de uma semana.

Teste multivariado

O teste multivariado é como o teste A/B em esteroides.

O conceito é o mesmo, mas ao invés de testar um elemento por vez, ele pode testas diversas variáveis simultaneamente.

Pense nisso como “teste de A a Z”. O teste A/B coloca uma página contra outra.

Nos testes multivariados, você pode testar 10, 20 ou 100 variações da sua landing page de uma vez só.

Os profissionais de marketing adoram os testes multivariados, pois conseguem obter respostas muito mais rápidas que no A/B.

A desvantagem é que é um teste muito mais complexo de executar e de configurar.

Use a escassez

Outra ótima maneira de aumentar as conversões de sua landing page é utilizar a escassez.

A escassez é um dos seis princípios de persuasão destacados no livro de marketing “As armas da persuasão: Como influenciar e não se deixar influenciar”, do Dr. Robert Cialdini. O livro está disponível na Amazon nesse link.

A escassez cria um senso de urgência em que o visitante deve adquirir a oferta dentro de uma janela de tempo pré-determinado.

Caso não o faça dentro do período nunca mais terá a mesma vantagem.

Exemplos de escassez em uma landing page incluem:

  • Data de validade da oferta
  • Vendas Relâmpago
  • Relógios de contagem regressiva
  • Somente x unidades em estoque com esse valor
  • Compre agora para evitar o reajuste de preços
  • Somente x vagas disponíveis

A escassez aumenta comprovadamente as conversões em Landing Pages.

Uma pequena observação: seja verdadeiro quanto a escassez. Se o seu público alvo descobrir que é apenas um artifício, você vai perder toda a sua credibilidade.

Adicione vídeo

Se você deseja aumentar suas conversões, o vídeo é uma das melhores formas de fazer isso.

Sua landing page pode ter uma melhora de 80%. Nada mal concorda?

Os vídeos geram conversões ao:

  • Manter as pessoas na sua landing page, dando-lhe mais tempo para transmitir sua mensagem.
  • Criar uma experiência envolvente e interativa para seus visitantes — como engajamento, o vídeo é melhor que as imagens estáticas.
  • Acrescentarem maior confiança e credibilidade à landing page (quando seu vídeo parece profissional, seu público assumirá que você também é).

Dito isto, o vídeo não é um curativo para uma landing page ruim. Não basta exibir um, sentar e assistir às conversões.

Os vídeos apenas aumentam as conversões quando eles realmente adicionam uma experiência extra e agregam ainda mais valor aos seus visitantes.

Olhe para sua landing page e pergunte-se “como um vídeo por levar minha página para o próximo nível?”.

Pode ser um vídeo explicativo que percorre sua oferta, economizando tempo e trabalho dos seus visitantes lerem seus marcadores.

Pode ser um estudo de caso apresentando como um dos seus clientes resolveu o problema com o uso da sua solução.

Depois de decidir como vai usar o vídeo em sua landing page, dedique tempo e esforço para escrever, filmar e editar um material que surpreenda seu público.

Um ótimo vídeo aumentará as conversões, mas uma produção desleixada vai apenas afastar as pessoas.

Micro-conversões

Quando você pensa em conversões, na maioria das vezes foca apenas no objetivo principal da sua landing page: o cadastro do e-mail, ou a venda.

O que pouca gente percebe, é que essa é apenas a etapa final.

Você chega lá focando em micro-conversões, aqueles pequenos passos que te aproximam da grande conversão.

Por exemplo, se você perceber que as pessoas estão gastando dois segundos no seu website, tentar otimizar seu CTA não vai melhorar o desempenho da sua landing page.

Em vez disso, você deve se concentrar em fazer seus visitantes passam mais tempo no seu site.

Micro-conversões vs. Macro-conversões são o equivalente da landing page de ter uma estratégia de 5 anos e depois dividi-lo em um plano menor e acionável de metas.

Sim, você quer focar no objetivo principal, mas são os detalhes que vão te levar onde você quer chegar.

SEO

Me deixa ser óbvio por um minuto: se você quiser aproveitar ao máximo sua landing page, precisa facilitar que as pessoas a encontrem na internet.

Para que sua página apareça nos sites de busca, você vai ter que usar optimizar seu SEO.

Aqui estão algumas dicas para tornar sua landing page mais amigável para os mecanismos de busca:

Escreva como uma pessoa, não como um robô.

Já foi o tempo em que os motores de busca consideravam apenas as palavras-chave para ranquear sites.

Escrever como uma máquina, enchendo seu texto com palavras-chave só vai servir para prejudicar seus rankings.

Atualmente, sites como o Google valorizam mais a legibilidade e a experiência do usuário do que a quantidade de vezes que uma palavra-chave é encontrada na página.

Se você quer ranquear bem hoje em dia, concentre-se em escrever conteúdo relevante para a sua audiência.

Ao escrever sua copy, lembre-se de todas as palavras-chave que você quer ranquear e as insira sempre que elas fizerem sentido, mas não exagere.

Deixe que fluam naturalmente enquanto você escreve.

Se eles não surgirem naturalmente no seu texto? Você provavelmente está segmentando as palavras-chave erradas.

Verifique se a sua landing page é relevante

Um dos maiores fatores na sua classificação no mecanismo de pesquisa é relevância.

Sua landing page precisa ser relevante para o que os usuários estavam pesquisando. Caso contrário, seus rankings não vão subir.

Se o visitante encontra sua página no Google, a visita e fica lá 3 segundos, tudo indica que não encontrou o assunto que estava procurando.

Os sites de busca chamam isso de Bounce (quicada).

Quanto mais bounces você tiver, mais o Google vai entender que as pessoas não encontram o que procuram na sua pagina, por isso diminuirá seu ranking.

Direcione tráfego para sua landing page

Não é suficiente apenas construir uma landing page incrível se você não tiver pessoas acessando ela não é verdade?

Para isso acontecer no volume que você precisa para ter leads e vendas significativos, você vai ter que direcionar tráfego para ela.

Existem várias maneiras de direcionar tráfego qualificado para sua landing page:

  • Anúncios em redes sociais
  • Google Ads
  • Webinários
  • Marketing de conteúdo
  • Parcerias
  • Marketing de afiliado
  • Campanhas de e-mail Marketing

Novamente, lembre-se de manter a “relevância e a consistência”.

Prova social

As pessoas são seguidores e cem vezes mais propensas a aceitar uma oferta quando conhecem outras que já o fizeram — especialmente se eles as respeitam ou admiram.

Utilize depoimentos de clientes anteriores ou logotipos de marcas de empresas com as quais você já trabalhou para ajudar a impulsionar sua credibilidade — e suas conversões.

Corresponda à sua oferta da landing page com a temperatura do tráfego

Se você deseja converter seus visitantes, precisa oferecer ofertas adequadas à temperatura do seu tráfego.

Existem três temperaturas de tráfego:

Frio: São pessoas que não tem ideia de quem você é. O que eles veem na sua landing page determinará se eles querem saber mais sobre você e sua proposta ou ir embora

Morno: Eles te conheceram, mas ainda não compraram nada de você. Estão acessando seu conteúdo, recebendo seus e-mails e testando suas ideias, mas ainda não abriram suas carteiras.

Quente: Eles já compraram alguma solução sua, são clientes e te conhecem.

Tome cuidado para não entregar uma landing page “fria” para seu público quente ou uma “quente” para seu público frio, você não vai conseguir uma boa conversão.

Se você deseja maximizar suas conversões, precisa considerar de onde seu tráfego está vindo e ajustar sua landing page para melhor atender esse público.

Erros para evitar em sua landing page

Abaixo estão os maiores erros que você deseja evitar ao criar suas landing pages:

Sobrecarregar ela com fotos, imagens e gráficos

Repita comigo: quando se trata de design de landing page, menos é mais.

Se você encher sua página de elementos visuais, deixará seu público confuso e ele não vai ficar.

Mantenha seu design elegante e simples.

Muito texto contínuo

Uma boa copy é importantíssimo. O fato dela ser longa também ajuda a aumentar a taxa de conversão geralmente.

O problema é quando você tem grandes blocos de texto sem nenhum espaço ou elemento visual e seu conteúdo fica parecendo com as páginas de um livro.

Não é uma coisa boa.

Estruture sua landing page de forma a facilitar a assimilação e incentivar a conversão.

Intercale seu texto com gráficos (quando forem relevantes), destaque trechos importantes com letras maiores e negrito, utilize espaços vazios, fontes legíveis e grandes, espaçamento duplo e marcadores.

Uma oferta confusa

Se o seu público não faz ideia do que você está oferecendo em troca do e-mail ou do pagamento, você está fazendo errado.

Uma landing page não é lugar para ambiguidade. Uma oferta confusa fará seu público desaparecer, levando seus negócios para outro lugar.

Sua oferta deve ser clara: estou lhe dando X em troca de Y.

Sua audiência deve entender o que vão receber e, mais importante, que estão recebendo algo de imenso valor.

Não esqueça de pedir uma única ação ao seu visitante! Se você pedir ao seu público para fazer um milhão de coisas na sua landing page, eles vão acabar indo embora.

Se você deseja gerar conversões, não complique!

Conclusão

Nesse artigo abordamos uma série de estratégias e requisitos importantes para que as suas landing pages tenham resultados expressivos em suas campanhas de marketing digital.

Se você está pensando seriamente em levar suas landing pages a um patamar ainda mais profissional, acesse nossa página de serviços e veja como podemos te ajudar.

Quer receber nossas notificações? Seja o primeiro a acessar nossas novas estratégias Não Sim

Rapidinho...

Você já se cadastrou em nossa lista de-mails? Enviamos toda semana, conteúdo estratégico de alta qualidade para impulsionar o seu negócio.

 
 

Seu cadastro foi realizado com sucesso!

Pin It on Pinterest

Share This